Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Theresa May vai enfrentar voto de desconfiança do seu próprio partido

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia
Theresa May vai enfrentar voto de desconfiança do seu próprio partido

A votação pode retirá-la da liderança do Partido Conservador e, consequentemente, do posto de premiê do Reino Unido.

A primeira-ministra britânica, Theresa May, enfrentará nesta quarta-feira (12) um voto de desconfiança sobre a liderança do Partido Conservador.

Seus correligionários conseguiram o apoio necessário para iniciar esse processo que pode retirá-la do comando da legenda e, consequentemente, do poder.

O presidente do Comitê 1922, que reúne o grupo na Câmara dos Comuns, Graham Brady, recebeu 48 cartas necessárias dos deputados do partido para convocar a votação.

Theresa May pode perder a liderança do partido se 158 dos 315 parlamentares conservadores votarem contra ela.

Caso o resultado da votação seja negativo, May deve renunciar e haverá uma nova votação dentro do partido para escolher um novo líder. Ela permanecerá líder e premiê do Reino Unido, até que o seu o sucessor seja indicado.

Se ela ganhar, May não poderá ser desafiada pelos correligionários novamente por um ano.

Adaptado da fonte G1

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email