- PUBLICIDADE -

Toffoli arquiva investigação sobre tucano Bruno Araújo na Lava Jato

- PUBLICIDADE -

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, arquivou inquérito em que o ex-ministro e deputado federal Bruno Araújo (PSDB-PE) era investigado por corrupção passiva e lavagem de dinheiro na Lava Jato.

O inquérito foi aberto em abril de 2017 com base em delações de executivos da Odebrecht.

Um dos colaboradores afirmou que a empreiteira repassou ao deputado R$ 600 mil a título de doação eleitoral em 2010 e em 2012. Em troca, o congressista teria atuado em favor da companhia no Congresso.

Dias Toffoli escreveu:

O presente inquérito perdura por prazo significativo, com prorrogações sucessivas, sem que tenham aportado nos autos elementos informativos que se possa considerar elementos de corroboração às declarações dos colaboradores, ou provas outras.

“As investigações pouco ou nada avançam e, apesar de todos os esforços envidados nesse sentido, não se vislumbra justa causa a ampará-las”, diz outro trecho da decisão.

 

Com informações do Poder 360
PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -