STJ manda Queiroz para prisão domiciliar

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Advogados de Queiroz, que está com câncer, alegaram motivos de saúde no pedido de liberdade.

O presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), ministro João Otávio Noronha, concedeu, nesta quinta-feira (9), prisão domiciliar a Fabrício Queiroz e para a sua mulher, Márcia Aguiar, que está foragida da Justiça.

O ex-assessor do senador Flávio Bolsonaro estava preso preventivamente desde junho. 

Noronha determinou que ambos sejam monitorados eletronicamente e proibiu o casal de usar telefones, computadores e tablets.

Já o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) atendeu a um pedido da Procuradoria-Geral da República (PGR) para obter acesso às bases de dados das forças-tarefas em São Paulo, Rio e Curitiba. 

Toffoli afirmou ainda que há indícios de “graves fatos” que apontam investigações, por parte da Lava Jato, de políticos com direito a foro privilegiado, como os presidentes da Câmara, Rodrigo Maia, e do Senado, Davi Alcolumbre, destaca o portal Terra.

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.