Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
- PUBLICIDADE -

Toffoli vota para limitar atuação da Receita Federal e do antigo COAF

Tarciso Morais

Tarciso Morais

Toffoli vota para limitar atuação da Receita Federal e do antigo COAF
COMPARTILHE

Auditores da Receita estão enfrentando dificuldade para compreender totalmente o voto do presidente do STF.

O ministro Dias Toffoli, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), defendeu, nesta quarta-feira (20), a imposição de limites para a atuação da Receita Federal e do antigo COAF, rebatizado de Unidade de Inteligência Financeira (UIF). 

O posicionamento de Toffoli foi consolidado após a leitura de um voto que durou cerca de quatro horas.

No caso da Receita, Toffoli avalia que o órgão não pode incluir — sem prévia autorização judicial — a íntegra de extratos bancários ou declaração de imposto de renda contra contribuintes nas chamadas Representações Fiscais para Fins Penais (RFFP).

Quanto ao COAF, o ministro quer proibir a elaboração de relatórios de inteligência financeira (RIFs) “por encomenda” contra cidadãos sem qualquer investigação criminal.

O demorado voto de Toffoli não foi compreendido perfeitamente pelos colegas de Corte, que levantaram uma série de dúvidas ao final da sessão. 

“Tem que chamar um professor de javanês”, comentou o ministro Luís Roberto Barroso, segundo o jornal Estadão.

- PUBLICIDADE -
Error: Embedded data could not be displayed.
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
VEJA TAMBÉM
Error: Embedded data could not be displayed.