Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Trabalhador poderá optar por sistema de capitalização com Previdência

Trabalhador poderá optar por sistema de capitalização com Previdência
COMPARTILHE

Reforma foi entregue na manhã desta quarta-feira (20) pelo próprio Bolsonaro ao presidente da Câmara, Rodrigo Maia.

A proposta de reforma da Previdência apresentada pelo presidente Jair Bolsonaro ao Congresso Nacional nesta quarta-feira (20) prevê a criação de um sistema de capitalização.

No regime de capitalização, os benefícios são pagos de acordo com as contribuições feitas no passado pelos próprios trabalhadores.

O modelo formulado pela equipe econômica do ministro Paulo Guedes poderá servir como uma alternativa para aqueles que ainda entrarão no mercado de trabalho. Nesse caso, o valor da contribuição será acertado no ato da contratação do plano.

O benefício a ser recebido vai variar em função do montante das parcelas, do tempo em que foram feitas e da rentabilidade.

O secretário de Previdência, Leonardo Rolim, explicou que esse sistema de capitalização não será implementado de imediato caso a reforma seja aprovada. Isso porque a medida dependerá de uma lei complementar.

Os trabalhadores inseridos nesse plano poderão usar parte do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) para complementar a contribuição.

“O beneficiário poderá ser o gestor, e a instituição financeira pública ou privada um regulador financeiro”, detalhou Leonardo Rolim, segundo o jornal Metrópoles.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários