Português   English   Español

Trabalhadores dos EUA têm o maior aumento salarial em 10 anos

Trabalhadores dos EUA têm o maior aumento salarial em 10 anos

Os trabalhadores dos EUA estão vendo o maior aumento salarial nominal em uma década, informou o Departamento do Trabalho na quarta-feira (31).

As empresas têm competido mais pelos empregados do que nos últimos anos.

Os salários tiveram 2,9% de aumento de setembro de 2017 para setembro de 2018, de acordo com o Índice de Custos de Emprego do Departamento do Trabalho, uma medida de pagamento amplamente observada que não leva em conta a inflação.

Esse é o maior aumento – não ajustado pela inflação – desde o ano que terminou em setembro de 2008, quando os salários subiram 3,1%.

Quando ajustados pela inflação, os aumentos salariais foram maiores em 2015 e 2016 do que são agora, de acordo com o Índice de Custo de Emprego. Naqueles anos, os salários só cresciam entre 2% e 2,5% ao ano, mas a inflação permanecia baixa.

Os preços também aumentaram no ano passado, especialmente para gás e aluguel, mas os salários estão superando a inflação por uma margem significativa. A inflação anual foi de 2,3% em setembro, segundo o Departamento do Trabalho.

O lento crescimento salarial tem sido um dos maiores problemas nessa recuperação, mas os empregadores estão finalmente tendo que aumentar os salários para um nível mais normal, tipicamente visto durante os bons tempos econômicos.

O desemprego está em uma baixa de 49 anos e há mais vagas de emprego do que americanos desempregados, o que força as empresas a lutar pelos trabalhadores disponíveis.

 

Adaptado fonte Gazeta do Povo

Tarciso Morais

Tarciso Morais

Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia

Deixe seu comentário

Veja também...