Cresce o número de casos de tráfico humano na Suécia

Idiomas:

Português   English   Español
Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

O índice de casos de tráfico humano na Suécia bateu um novo recorde e registrou crescimento de 30% em 2017.


De acordo com Kajsa Törnqvist Netz, no ano passado, o Departamento de Migração da Suécia contabilizou 444 vítimas de tráfico humano, 103 casos a mais do que o registrado em 2016.

Do total, 213 casos de tráfico humano tiveram como pano de fundo a exploração sexual e 161 vítimas foram trazidas para a Suécia para realizarem trabalhos forçados. A maior parte das pessoas que tinham a Suécia como destino final eram mulheres, cerca de 260, enquanto 188 eram homens.

Ao mesmo tempo, a Suécia registrou um recorde no número de estrangeiros que receberam cidadania sueca. Em 2017, aproximadamente 55,4 mil “novos suecos” puderam usufruir dos direitos sociais de qualquer cidadão do país, um aumento de 15% em relação a 2016.

Em 2017, a taxa de aceitação das aplicações atingiu 83%. A Síria tornou-se o país de origem mais comum dos novos cidadãos suecos, superando efetivamente a Somália. De acordo com a Lei de Cidadania, os requerentes não são obrigados a provar suas habilidades linguísticas, auto-suficiência ou integração.

Nos últimos anos, a Suécia, uma nação de 10 milhões de habitantes, recebeu mais de 200 mil requerentes de asilo, predominantemente do Oriente Médio, bem como da África do Norte e do Leste.

Com informações de: [Sputnik]

Curta e compartilhe...

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on reddit
Share on vk

Deixe seu comentário...

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Veja também...