- PUBLICIDADE -

Transparência Internacional vê risco de impunidade com decisão do STF

Transparência Internacional vê risco de impunidade com decisão do STF
- PUBLICIDADE -

A organização Transparência Internacional criticou a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) de manter na Justiça Eleitoral os julgamentos de casos de corrupção que tenham ligação com caixa 2 de campanha.

Com um placar de 6 votos a 5, o STF decidiu na noite desta quinta-feira (14) que crimes como corrupção e lavagem de dinheiro, quando investigados junto com caixa dois, devem ser processados na Justiça Eleitoral.

A Transparência Internacional, que atua globalmente para prevenir casos de corrupção, alertou para o “risco real de impunidade” dos processos em curso.

Em nota, a organização afirmou:

“A Transparência Internacional alerta que a luta contra a corrupção será impactada de forma grave pela decisão do Supremo. No entendimento da organização, essa atribuição deveria ficar com a Justiça Federal.”

E, segundo o jornal Metrópoles, acrescentou:

“O que mais desejam os réus políticos é que as investigações e processos que apuram os esquemas de corrupção de que são suspeitos sejam transferidos às cortes eleitorais.”

PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -