- PUBLICIDADE -

Tratamento precoce: juíza proíbe governo de fazer propaganda

Tratamento precoce: juíza proíbe governo de fazer propaganda
- PUBLICIDADE -

A decisão obriga a retratação pública dos 4 influenciadores contratados pelo governo.

A Justiça Federal em São Paulo proibiu, na noite desta quinta-feira (29), que a Secom (Secretaria Especial de Comunicação Social) do governo Jair Bolsonaro promova campanhas publicitárias defendendo o tratamento precoce contra a Covid-19.

Secom também está impedida de promover o uso do kit-covid

Confira os pontos-chave da decisão:

  • A liminar foi expedida pela juíza Ana Lucia Petri Betto.
  • A decisão obriga a retratação pública dos 4 influenciadores contratados pelo governo para defender o “atendimento precoce” em suas redes sociais.
  • Juíza atendeu a uma Ação Civil Pública contra a campanha publicitária “Cuidados Precoces Covid-19”, com verba de R$ 19,9 milhões
  • Com a sentença, a União e os influenciadores têm 48 horas para se retratar. 
PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -