Português   English   Español

Três manifestantes mortos e prefeito detido em novo dia de caos na Nicarágua

Um confronto armado entre a Polícia Nacional da Nicarágua e manifestantes nesta terça-feira (24), no norte do país latino-americano, terminou com três civis mortos e cinco agentes feridos.

O ataque lançado pelas forças de segurança ocorreu às 5h30 locais desta terça-feira (24) no município de Jinotega.

A polícia alega que os agentes tentavam restabelecer a livre circulação de uma região que estava “sequestrada por grupos terroristas”.

O regime do esquerdista Daniel Ortega classifica a parte da população que pede sua renúncia na categoria de terrorista.

Por outro lado, os manifestantes de Jinotega afirmaram que foram alvo de um novo ataque das chamadas “forças combinadas” do governo, integrada por policiais e grupos paramilitares.

Ainda na terça, paramilitares pró-Ortega também sequestraram um prefeito de um partido opositor.

O prefeito do município de Mulukukú, Apolonio Fargas, membro do Partido Liberal Constitucionalista (PLC), foi detido “ilegalmente”, informou a organização política.

O PLC informou em comunicado:

O prefeito liberal do município de Mulukukú, Apolonio Fargas, foi detido ilegalmente por paramilitares e policiais que durante esta manhã entraram na Prefeitura violando a Lei de Autonomia Municipal.

Além de Fargas, foram detidos seu motorista Roberto Ortega e o segurança Nicolás Cienfuegos, acrescentou o partido.

 

Adaptado das fontes EXAME | BOL

Deixe seu comentário

Veja também...