TRF-4 rejeita afastar Sergio Moro de processos envolvendo Lula

A Oitava Turma do TRF-4 negou nesta quarta-feira (25) novos recursos da defesa de Lula pedindo para afastar o juiz Sergio Moro de dois processos da Lava Jato contra o petista.

A defesa do condenado queria que o juiz federal Sergio Moro fosse afastado dos processos sobre o sítio de Atibaia e o terreno destinado ao Instituto Lula.

Os advogados de Lula alegavam que Moro é suspeito para julgá-lo porque participou, em maio de 2018, de um evento em Nova York organizado pelo Lide, empresa do ex-prefeito de São Paulo e pré-candidato ao governo paulista João Doria (PSDB).

Para o desembargador João Pedro Gebran Neto, relator da Lava Jato no TRF-4, no entanto, o entendimento da Turma não contém omissões ou contradições, premissa para este tipo de recurso.

‘No caso, há mera insatisfação com o resultado do julgamento, o que não abre a oportunidade de rediscussão pela via dos embargos de declaração’, decidiu o desembargador, seguido por Paulsen e Laus.

 

Adaptado da fonte VEJA
Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia