Tribunal da China diz que criptomoedas ‘não estão protegidas pela lei’

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Criptomoedas “não estão protegidas pela lei”, diz alta corte provincial na China.

A comunidade de criptomoedas da China sofreu mais uma derrota neste fim de semana. 

Uma decisão do tribunal superior da província de Shandong determinou que as moedas digitais não têm status legal no país asiático.

O caso em questão era um recurso contra uma decisão de um tribunal intermediário da cidade de Jinan, de janeiro deste ano. 

O postulante, no caso, havia perdido cerca de US$ 10.750 ao investir em criptoativos não identificados por sugestão de amigos, em 2017. 

Depois que o Banco Popular da China reforçou suas medidas contra as criptomoedas, em 2018, todas as contas de investidores foram fechadas, levando-o à perda dos ativos.

Agora, como noticiou o South China Morning Post, o tribunal superior de Shandong negou a apelação da vítima, declarando que, na China, “investir ou negociar criptomoedas não é uma atividade protegida pela lei“.

A decisão do tribunal de Shandong está em acordo com julgamentos recentes de alguns outros tribunais provinciais do país.

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.