Trump acelera demissão de funcionários públicos com baixa produtividade

Donald Trump assinou Ordem Executiva para acelerar a demissão de funcionários públicos federais com “baixa produtividade”.

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, assinou uma série de ordens executivas na sexta-feira (25) que aceleram o processo de rescisão dos contratos de trabalho de funcionários do governo federal com desempenho insatisfatório.

As novas regras pretendem “exigir que todos os funcionários federais dediquem pelo menos 75% de suas horas de trabalho para fins da agência”, declararam altos funcionários do governo.

A administração Trump estima que tais ações economizarão aos contribuintes pelo menos 100 milhões de dólares por ano, informa o BuzzFeed.

“As ordens executivas facilitam a remoção de funcionários com desempenho insatisfatório e garantem que os dólares dos contribuintes sejam usados ​​com mais eficiência”, disse Andrew Bremberg, diretor de política interna da Casa Branca, para alguns repórteres.

Apesar do movimento, em grande parte, beneficiar o contribuinte, nem todos estão positivos quanto a mudança.

David Cox, presidente da Federação Americana de Funcionários do Governo, diz que as novas regras vão contra o interesse dos americanos.

‘Nosso governo é construído sobre um sistema de freios e contra-pesos para evitar que qualquer pessoa tenha muita influência. As ordens executivas do presidente Trump vão desfazer tudo isso. Essa administração parece empenhada em substituir um serviço civil, que funciona para todos os contribuintes, por um serviço político que serve a seu bel-prazer’, disse Cox em um comunicado.

Ao assinar as três ordens, o presidente Trump atuou onde o Congresso falhou. Durante seu discurso ao estado da União em janeiro, ele havia solicitado aos legisladores que aprovassem uma lei para acelerar o processo de demissão.

 

Traduzida e Adaptada por Daniel Lobo de Breitbart
Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia