Trump acusa Google de prejudicá-lo nas eleições de 2020

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

As críticas de Trump contra o Vale do Silício não são novidades. Ele vem acusando as gigantes tecnológicas de censura contra conservadores.

O presidente norte-americano, Donald Trump, acusou o Google, nesta terça-feira (6), de desfavorecê-lo ilicitamente em face das próximas eleições presidenciais nos Estados Unidos.

O CEO do Google, Sundar Pichai, esteve recentemente no Salão Oval para explicar “que não planejava sabotar ILEGALMENTE as eleições de 2020, apesar de tudo o que foi dito na direção oposta”, tuitou o chefe da Casa Branca.

Trump reproduziu acusações feitas por um ex-engenheiro do Google, segundo o qual a empresa da Califórnia quer “garantir que Trump perca em 2020”.

O líder norte-americano também citou um jornalista que afirmou que, em 2016, o Google removeu artigos negativos sobre a candidata democrata à Casa Branca, Hillary Clinton, e destacou matérias negativas sobre ele.

“Tudo isso é muito ilegal”, disse o presidente antes de avisar: “Estamos observando o Google de perto”.

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.