Trump adverte Síria para não lançar ofensiva contra reduto jihadista

Twitter
Facebook
Google+
LinkedIn
Pinterest

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, advertiu nesta segunda-feira (3) a Síria para que não lance uma ofensiva – com a ajuda de Rússia e Irã – contra a província de Idlib, o último bastião jihadista no país.

Segundo Trump, “o presidente Bashar al-Assad não deve lançar imprudentemente um ataque contra a província de Idlib, e os russos e iranianos cometeriam um grave erro humanitário tomando parte desta potencial tragédia humana”.

“Centenas de milhares de pessoas morreriam. Não permitam que isto ocorra!”.

A ONU e organizações humanitárias alertaram que um ataque contra Idlib poderá gerar uma catástrofe humanitária, a um nível ainda não visto na guerra civil síria que já dura sete anos.

As forças de Damasco estão agora reunindo-se em torno da província norte-ocidental de Idlib, onde há uma série de grupos rebeldes e combatentes extremistas, muitos dos quais foram considerados “terroristas” pelas potências mundiais.

Rússia e Irã insistem em que os grupos extremistas de Idlib devem ser derrotados e se espera que apoiem as forças sírias em caso de ataque.

Adaptado da fonte AFP
Twitter
Facebook
Google+
LinkedIn
Pinterest

Isso também pode te interessar

Deixe seu comentário

Anunciante
e-consulters
Parceiro

Assine nossa Newsletter!

Preencha o formulário para assinar.

Nome Email
newsletter

Últimas publicações