Português   English   Español
Português   English   Español

Trump barra retorno de jihadista do Estado Islâmico aos EUA

Trump barra retorno de jihadista do Estado Islâmico aos EUA
Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

Mulher do Alabama se aliou ao grupo terrorista Estado Islâmico, mas agora está arrependida e quer retornar aos Estados Unidos.

O presidente Donald Trump disse nesta quarta-feira (20) que determinou a proibição do retorno ao país da jihadista Hoda Muthana, de 24 anos, com o argumento de que ela não é americana.

Em mensagem publicada no Twitter, Trump informou ter instruído o chanceler Mike Pompeo a “não permitir o retorno de Hoda Muthana ao país”.

“A senhora Hoda Muthana não é cidadã dos Estados Unidos e não será admitida nos Estados Unidos”, havia dito mais cedo Pompeo por meio de um comunicado, informa a ISTOÉ.

“Ela não tem nenhum fundamento legal, nenhum passaporte válido dos Estados Unidos, nem direito a um passaporte, nem visto para viajar aos Estados Unidos”, acrescentou o Secretário de Estado.

A negativa de Trump ocorre justamente enquanto pressiona nações da Europa a repatriar seus próprios combatentes do Estado Islâmico, como noticiou a RENOVA.

Compartilhe...

Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on telegram
Share on reddit
Share on linkedin
Share on email

Deixe seu comentário...

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Veja também...