Português  English  Español  Italiano  Français  Deutsch
Português  English  Español  Italiano  Français  Deutsch

Trump classifica impeachment como afronta à Constituição dos EUA

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia
'Não é impeachment, é golpe', diz Trump
Foto: Getty Images

O sumário da defesa afirmava que a “nova teoria do ‘abuso de poder'” na Câmara não era uma ofensa passível de impeachment.

Donald Trump, presidente dos Estados Unidos, rejeitou, nesta segunda-feira (20), as acusações de impeachment movidas pelo Partido Democrata na Câmara dos Representantes.

“O Senado deve rejeitar rapidamente esses artigos deficientes do impeachment e absolver o presidente”, afirma a defesa de Trump.

O sumário da defesa afirmava que a “nova teoria do ‘abuso de poder'” dos democratas da Câmara não era uma ofensa passível de impeachment e suplantou o critério constitucional de “traição, suborno ou outros altos crimes e delitos”.

“A teoria do ‘abuso de poder’, recém-inventada pelos democratas da Câmara entra em colapso no limiar porque falha em alegar qualquer violação da lei”, diz o sumário, segundo o site UOL.

A defesa também acusa a esquerda da Câmara de conduzir um processo fraudulento, que conseguiu provar apenas que Trump não fez nada errado.

O sumário ainda argumenta que se trata apenas de um esforço para reverter a vitória de Trump em 2016 e impedir sua reeleição em novembro.

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

Comentários

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Outras Notícias