PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Trump corta privilégios de Hong Kong e promete sanções à China

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Trump explicou que a medida é uma resposta ao movimento recente da China.

Donald Trump, presidente dos Estados Unidos, afirmou, nesta sexta-feira (29), que determinou a seu governo que inicie o processo para eliminar o tratamento especial concedido a Hong Kong.

Trump explicou que a medida é uma resposta ao movimento recente da China, que impôs uma nova legislação de segurança para o território.

Em uma entrevista coletiva¹ na Casa Branca, Trump disse que Pequim havia quebrado sua palavra sobre a autonomia de Hong Kong, classificando a ação chinesa contra o território como uma tragédia:

“A recente incursão da China […] deixa claro que Hong Kong não é mais autônoma o suficiente para receber o tratamento especial que demos ao território.”

O presidente norte-americano também anunciou restrições aos chineses que estudam nas universidades dos EUA e a criação de um grupo de trabalho a examinar as práticas de empresas chinesas listadas nos mercados financeiros do país.

Durante a entrevista coletiva, Trump também anunciou o rompimento de relações com a Organização Mundial da Saúde (OMS):

“Nós detalhamos as reformas que [a OMS] deve fazer e tratamos com eles diretamente, mas eles se recusaram a agir.”

Trump acrescentou:

“Como eles falharam em fazer as necessárias e pedidas reformas, hoje vamos encerrar nosso relacionamento com a Organização Mundial de Saúde, e redirecionar esses fundos para outras necessidades globais urgentes de saúde pública.”

Referências: [1]
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Encontrou um erro?

Para comunicar um erro de português, de informação ou técnico, preencha o formulário abaixo.