- PUBLICIDADE -

Trump corta US$ 230 milhões destinados à guerra na Síria

- PUBLICIDADE -

Casa Branca anunciou nesta sexta-feira (17) que irá retirar US$ 230 milhões destinados ao financiamento do conflito na Síria para “apoiar outras prioridades de política externa”.

O chanceler dos Estados Unidos, Mike Pompeo, autorizou seu departamento a “realocar aproximadamente US$ 230 milhões de fundos de estabilização para a Síria, que estiveram sob revisão”.

As informações foram repassadas pela porta-voz da diplomacia norte-americana, Heather Nauert, em comunicado.

A funcionária afirmou que, em colaboração com o Congresso americano, “o Departamento de Estado realocará esses fundos para respaldar outras prioridades de política externa”.

Nauert esclareceu que a medida não significa um menor compromisso do país para atingir “objetivos estratégicos na Síria”.

A porta-voz declarou:

O presidente (Donald Trump) deixou claro que estamos preparados para permanecer na Síria até uma derrota duradoura do EI (grupo Estado Islâmico), e seguimos centrados em garantir a retirada das forças iranianas e de seus aliados.

Nauert acrescentou que a decisão não afetará a assistência humanitária dos EUA, que, lembrou, é o maior doador, como país, deste tipo de ajuda para a Síria, já que proporcionou US$ 8,1 bilhões com este fim desde o início do conflito em março de 2011.

 

Adaptado da fonte EFE
PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -