Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Trump critica ‘acordos comerciais injustos’ com a China

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia
Trump critica 'acordos comerciais injustos' com a China

Os movimentos comerciais recentes afetaram os mercados financeiros e alimentaram preocupações sobre uma recessão global.

O presidente norte-americano, Donald Trump, afirmou que sua postura acerca do comportamento da China nos mercados globais beneficiará a economia dos Estados Unidos.

A guerra comercial entre Washington e Pequim se intensificou acentuadamente nos últimos dias depois que Trump rotulou o país asiático como manipulador cambial pela primeira vez desde 1994.

Trump disse a repórteres na Casa Branca que a reação do mercado aos atos comerciais recentes era esperada, mas permaneceu confiante na força da economia norte-americana:

“Em última análise, vai subir muito mais do que nunca, porque a China era como uma âncora para nós. A China estava nos matando com acordo comerciais injustos.”

Autoridades da Casa Branca dizem que ainda esperam que os negociadores chineses viajem a Washington em setembro para negociações, informa a agência Reuters.

O governo norte-americano ainda ressaltou que as tarifas anunciadas recentemente por Trump podem ser evitadas se as duas maiores economias do mundo avançarem em um acordo comercial.

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email