- PUBLICIDADE -

Trump critica capitã da seleção dos EUA por desrespeitar o hino

Trump critica capitã da seleção dos EUA por desrespeitar o hino
- PUBLICIDADE -

A jogadora, que chama o governo Trump de covarde, se posicionou contra a federação de futebol americana e a desigualdade no país.

A seleção dos Estados Unidos segue firme na Copa do Mundo da França de Futebol Feminino.

Durante as quatro partidas da equipe, a capitã Megan Rapinoe não cantou o hino do país e muito menos colocou a mão direita do lado esquerdo do peito.

Rapinoe critica o presidente Donald Trump, a federação de futebol americana e a desigualdade no país.

O presidente do país, Donald Trump, criticou os protestos da jogadora. Ele afirmou não achar o comportamento da atleta apropriado.

Em entrevista ao jornal norte-americano The Hill, Trump falou sobre a igualdade salarial entre homens e mulheres no futebol. “Eu acho que muito disso tem a ver com a economia. Quem atrai mais, ganha mais”.

“Eu sei que quando você tem as grandes estrelas como o Cristiano Ronaldo, que ganham muito dinheiro, mas também atraem grande quantidade dele, centenas de milhares de pessoas assistem e investem na modalidade”, comparou o presidente.

PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -