Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Trump critica censura do Facebook e Twitter contra NY Post

REDAÇÃO RENOVA Mídia

REDAÇÃO RENOVA Mídia

Trump critica censura do Facebook e Twitter contra NY Post
COMPARTILHE

As redes sociais Facebook e Twitter deliberadamente censuraram o New York Post.

As redes sociais Facebook Twitter deliberadamente restringiram o alcance de uma reportagem do jornal New York Post, um dos maiores dos Estados Unidos.

O NY Post divulgou e-mails que reforçam os laços do candidato democrata à Casa Branca, Joe Biden, do filho, Hunter Biden, com um caso de tráfico de influência envolvendo uma empresa na Ucrânia.

Em busca da reeleição no pleito de novembro de 2020, o presidente norte-americano Donald Trump classificou a ação das gigantes tecnológicas como: “terrível”.

Em mensagem no Twitter, Trump disse que as redes sociais “derrubaram a reportagem dos e-mails ‘Smoking Gun’ relacionados ao sonolento Joe Biden e seu filho, Hunter”.

A reportagem mostra cópias de e-mails trocados entre Hunter Biden, filho do candidato democrata, e o executivo Vadym Pozharskyi, membro do conselho da Burisma, uma empresa ucraniana de exploração e produção de energia, como noticiou a RenovaMídia.

Algum tempo depois de um encontro marcado por Hunter e Vadym Pozharskyi, Joe Biden, que na época ainda era vice-presidente dos EUA, pressionou funcionários do governo ucraniano a despedir um promotor que investigava a empresa.

“Não há nada pior do que um político corrupto”, completou Trump. Confira o tuíte.

- PUBLICIDADE -
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram