Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Trump discursa em marcha antiaborto nos EUA

Tarciso Morais

Tarciso Morais

Trump discursa em marcha antiaborto nos EUA
Imagem: Reprodução/Twitter
COMPARTILHE

Diante de uma multidão, Trump disse que a esquerda o ataca porque ele defende os que não têm voz.

Donald Trump, presidente dos Estados Unidos, participou, nesta sexta-feira (24), da “Marcha pela Vida”, em Washington, admitindo que estava emocionado por discursar para centenas de milhares de pessoas.

Trump fez história ao tornar-se o primeiro chefe da Casa Branca a participar do evento anual contra o aborto.

Após ser recebido com muitos aplausos por uma multidão de norte-americanos dos quatro cantos do país, Trump declarou:

“Há 47 anos que americanos de todas as ascendências viajam através do país para tomar posição pela vida. Hoje, enquanto Presidente dos EUA, é com orgulho que estou aqui com vocês.”

Aos jovens, Trump foi enfático:

“Vocês são o coração da Marcha Pela Vida. É a vossa geração que está tornando a América uma nação pró-família e pró-vida.”

O presidente dos EUA continuou:

“O movimento pró-vida é liderado por mulheres fortes, líderes religiosos fantásticos e estudantes corajosos que lutaram para dar continuidade ao legado dos pioneiros que nos antecederam e que lutaram para despertar a consciência da nossa nação e defender os direitos dos cidadãos. Vocês acolhem mulheres com compaixão, são alimentados pela força da oração e motivados por amor puro e altruísta.”

Logo em seguida, Trump não perdeu a oportunidade de apontar o apoio dos seus opositores ao aborto:

“No que diz respeito ao aborto, os democratas têm acolhido as posições mais radicais vistas nestes países nos últimos anos e décadas. Quase todos os principais democratas no Congresso apoiam hoje o aborto, financiado pelo Estado.”

O chefe da Casa Branca prosseguiu:

“A extrema-esquerda está trabalhando ativamente para apagar os nossos direitos divinos, fechar organizações de caridade de caráter religioso, banir os fiéis da praça pública e silenciar os americanos que acreditam na santidade da vida. Estão atrás de mim porque eu estou lutando por vocês, e juntos estamos lutando por aqueles que não têm voz. E vamos vencer!”

Trump completou seu discurso com uma declaração de fé:

“A todas as mães, nós declaramos que são heroínas. Cada vida traz amor para o mundo; cada criança traz alegria para uma família; cada pessoa é digna de proteção e, acima de tudo, sabemos que cada alma humana é divina e que cada vida, nascida ou nascitura, é feita à imagem de Deus todo poderoso.”

- PUBLICIDADE -
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram