Português   English   Español

Trump diz que Obama infiltrou espião em sua campanha de 2016

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, voltou a denunciar a campanha de espionagem por parte do seu antecessor, Barack Obama, com apoio do FBI.

Trump acusou Obama de ter “infiltrado um informante” para espionar sua vitoriosa campanha presidencial no ano de 2016.

Em sua conta pessoal no Twitter, o presidente americano citou comentários de um ex-promotor federal, entrevistado na manhã desta quinta-feira (17) pela emissora Fox News.

“Andrew McCarthy diz, ‘Provavelmente, não há dúvida de que eles tiveram pelo menos um informante confidencial na campanha.’ Se for verdade, isso é maior do que o Watergate!”, escreveu Trump, referindo-se ao escândalo que levou o então presidente Richard Nixon a renunciar em 1974.

Em um tuíte anterior, Trump classificou a investigação especial sobre a interferência da Rússia em favor de sua campanha eleitoral e para prejudicar sua opositora democrata, Hillary Clinton, como a “maior caça às bruxas da história” dos Estados Unidos.

Esta não foi a primeira vez que o presidente norte-americano levantou esta possibilidade. E ele não está sozinho.

Nas próximas semanas, um relatório , que será divulgado pelo Inspetor-geral do Departamento de Justiça, Michael Horowitz, promete apresentar novas informações sobre a campanha de espionagem lançada pela administração Obama contra o candidato republicano na eleição de 2016.

Deixe seu comentário...

Veja também...

Newsletter Renova!

Preencha o formulário para assinar nossa newsletter.

Nome Email
newsletter