Trump e Kim se reunirão a sós no começo da cúpula

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e o ditador da Coreia do Norte, Kim Jong Un, se reunirão a sós no começo da sua cúpula desta terça-feira (12) em Cingapura.

“Esperamos uma reunião a sós no começo”, disse um funcionário do Conselho de Segurança Nacional da Casa Branca, que pediu o anonimato, em declarações a jornalistas em Cingapura.

Depois desse encontro inicial entre os dois dirigentes, haverá uma reunião na qual participarão as respectivas delegações de ambos os países.

Donald Trump avaliou sua cúpula com Kim Jong Un como uma oportunidade de criar uma relação com um líder ao qual definiu como uma “personalidade desconhecida”.

Alguns dias atrás, Trump afirmou que no “primeiro minuto” da reunião já saberá se o ditador norte-coreano está sendo honesto quando fala da sua vontade de desnuclearização.

De acordo com informações do BOL:

O citado funcionário americano considerou, além disso, um “sinal para o otimismo” as últimas informações dos veículos de imprensa norte-coreanos em relação à cúpula, nas quais falam de uma “nova era” de relações entre ambos os países.

A agência estatal “KCNA” e o jornal “Rodong” asseguraram hoje que durante a cúpula de terça-feira os dois líderes falarão de “estabelecer novas relações” entre EUA e Coreia do Norte, além de “a construção de uma paz permanente”.

Os veículos de imprensa de Pyongyang asseguraram, além disso, que o encontro servirá para buscar “a implementação da desnuclearização na península coreana e outros assuntos de mútuo interesse como requer esta nova era”.

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia