Trump envia Ivanka para abertura da embaixada dos EUA em Jerusalém

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, não viajará para Jerusalém para inaugurar a nova embaixada americana na Cidade Sagrada no próximo dia 14 de maio.

No entanto, o presidente norte-americano enviará sua filha Ivanka Trump e seu marido, Jared Kuschner, para a inauguração.

Segundo informou a Casa Branca em comunicado, a delegação americana estará dirigida pelo subsecretário de Estado, John Sullivan, e contará também com a presença do secretário do Tesouro, Steve Mnuchin.

Segundo informações da Agência EFE:

A representação americana será completada pelo embaixador dos EUA em Israel, David Friedman, e o assistente do presidente e representante especial para negociações internacionais, Jason Greenblatt.

Trump havia sugerido na semana passada que poderia comparecer à inauguração, mas finalmente mudou de ideia.

O presidente americano prometeu em dezembro do ano passado que transferiria a embaixada do seu país de Tel Aviv a Jerusalém, uma decisão que representa um desafio ao consenso internacional de não reconhecer nenhuma soberania na cidade até que israelenses e palestinos alcancem um acordo de paz.

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia