Português   English   Español

Trump espera que Bolsonaro declare Hezbollah como grupo terrorista

EUA querem que Brasil declare Hezbollah como grupo terrorista.

O conselheiro de Segurança Nacional da Casa Branca, John Bolton, declarou nesta terça-feira (27) que tratará da preocupação dos Estados Unidos em estender sua cooperação contra o terrorismo durante sua visita ao presidente eleito Jair Bolsonaro.

Nas vésperas de seu encontro com o futuro chefe de Estado brasileiro, Bolton afirmou que o governo de Donald Trump tem expectativas de que o Brasil declare o Hezbollah como um grupo terrorista.

Bolton visitará Bolsonaro amanhã (29), no Rio de Janeiro e, depois, seguirá viagem para Buenos Aires, capital da Argentina, onde acompanhará Trump na reunião de cúpula do G20.

O membro do alto escalão da Casa Branca declarou:

(Tratar dos esforços contraterrorismo) é algo que certamente acontecerá no Brasil, com o presidente eleito Bolsonaro, e penso que é uma das maiores prioridades do presidente Trump estender a cooperação contra o terrorismo, seja sobre Hezbollah ou Hamas ou outros.

E acrescentou:

Esse encontro vai preparar o terreno para a futura relação bilateral. Do ponto de vista dos Estados Unidos, é uma oportunidade histórica para o Brasil e os Estados Unidos trabalharem juntos nas áreas de economia, segurança e muitas outras. Quero muito ouvir o presidente Bolsonaro e expor as visões do presidente Trump para ele.

Ao longo dos últimos meses, a Renova Mídia vem informando sobre a influência do grupo terrorista libanês Hezbollah em território brasileiro.

Deixe seu comentário...

Veja também...

Newsletter Renova!

Preencha o formulário para assinar nossa newsletter.

Nome Email
newsletter