Trump estava certo: Partido Democrata fraudou nomeação de Hillary Clinton à presidência

Idiomas:

Português   English   Español
TARCISO MORAIS
TARCISO MORAIS
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

Ao longo do ano passado, durante o período das eleições primárias, Bernie Sanders e seus apoiadores alegaram que o Comitê Nacional Democrata — supostamente um órgão neutro — estava ajudando Hillary Clinton.

O próprio Donald Trump cansou de falar nos seus gigantescos comícios sobre a interferência do Partido Democrata para fazer com que Hillary fosse escolhida como a candidata esquerdista ao cargo de presidente dos EUA.

De acordo com informações do The Hill, uma das principais líderes dos democratas, Donna Brazile, diz ter provas que comprovariam as fraudes praticadas pelo partido para que Hillary obtivesse a nomeação.

Dona Brazile

Brazile descreveu o acordo entre a campanha de Hillary e o Comitê Nacional Democrata onde ficou acertado que a campanha “controlaria as finanças, a estratégia e todo o dinheiro arrecadado” pelos Democratas durante o período eleitoral.

O acordo foi feito para ajudar financeiramente o partido, que está sofrendo com uma dívida gigantesca obtida depois da campanha de reeleição de 2012 do ex-presidente Barack Obama.

Newsletter RENOVA

Receba diariamente as principais notícias do Brasil e do Mundo.

Curta e compartilhe esta notícia

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on google
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on email

Deixe seu comentário

Veja outras notícias em destaque