Trump estuda novas tarifas sobre bilhões em produtos da China

Idiomas:

Português   English   Español
Trump estuda novas tarifas sobre bilhões em produtos da China
Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

Washington ameaçou Pequim com tarifas sobre mais 300 bilhões de dólares em produtos chineses.


O presidente norte-americano, Donald Trump, ameaçou, nesta quinta-feira (6), a imposição de tarifas sobre mais US$ 300 bilhões em produtos chineses.

O chefe da Casa Branca disse, no entanto, acreditar que tanto a China quanto o México querem fazer acordos nas disputas comerciais com os Estados Unidos.

O clima tenso entre as duas maiores economias do mundo aumentou de forma acentuada desde que as conversas que visavam a acabar com a guerra comercial fracassaram no início do mês de maio.

Não há encontros bilaterais entre Pequim e Washington desde 10 de maio, dia em que Trump aumentou em 25% as tarifas sobre US$ 200 bilhões em produtos chineses, levando Pequim a retaliar.

Em conversa com repórteres em aeroporto da Irlanda, Trump declarou:

“Nossas conversas com a China, muitas coisas interessantes estão acontecendo. Veremos o que ocorre… eu poderia aumentar ao menos outros US$ 300 bilhões, e o farei na hora certa. Mas acho que a China quer fazer um acordo e acho que o México quer muito fazer um acordo.”

Em Pequim, o Ministério do Comércio chinês adotou um tom desafiador. Segundo a agência EBC, o porta-voz do ministério, Gao Feng, rebateu:

“Se os Estados Unidos decidirem escalar as tensões propositalmente, lutaremos até o fim. A China não quer travar uma guerra comercial, mas tampouco tem medo de uma. Se os Estados Unidos decidirem escalar as tensões propositalmente, adotaremos as contramedidas necessárias e salvaguardaremos resolutamente os interesses da China e de seu povo.”

Curta e compartilhe...

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on reddit
Share on vk

Deixe seu comentário...

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Veja também...