Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Trump estuda novas tarifas sobre bilhões em produtos da China

Tarciso Morais

Tarciso Morais

Trump estuda novas tarifas sobre bilhões em produtos da China
COMPARTILHE

Washington ameaçou Pequim com tarifas sobre mais 300 bilhões de dólares em produtos chineses.

O presidente norte-americano, Donald Trump, ameaçou, nesta quinta-feira (6), a imposição de tarifas sobre mais US$ 300 bilhões em produtos chineses.

O chefe da Casa Branca disse, no entanto, acreditar que tanto a China quanto o México querem fazer acordos nas disputas comerciais com os Estados Unidos.

O clima tenso entre as duas maiores economias do mundo aumentou de forma acentuada desde que as conversas que visavam a acabar com a guerra comercial fracassaram no início do mês de maio.

Não há encontros bilaterais entre Pequim e Washington desde 10 de maio, dia em que Trump aumentou em 25% as tarifas sobre US$ 200 bilhões em produtos chineses, levando Pequim a retaliar.

Em conversa com repórteres em aeroporto da Irlanda, Trump declarou:

“Nossas conversas com a China, muitas coisas interessantes estão acontecendo. Veremos o que ocorre… eu poderia aumentar ao menos outros US$ 300 bilhões, e o farei na hora certa. Mas acho que a China quer fazer um acordo e acho que o México quer muito fazer um acordo.”

Em Pequim, o Ministério do Comércio chinês adotou um tom desafiador. Segundo a agência EBC, o porta-voz do ministério, Gao Feng, rebateu:

“Se os Estados Unidos decidirem escalar as tensões propositalmente, lutaremos até o fim. A China não quer travar uma guerra comercial, mas tampouco tem medo de uma. Se os Estados Unidos decidirem escalar as tensões propositalmente, adotaremos as contramedidas necessárias e salvaguardaremos resolutamente os interesses da China e de seu povo.”

- PUBLICIDADE -
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram