Português   English   Español

Trump conecta FBI com dossiê falso financiado pelos democratas

A tão famosa investigação envolvendo Trump e a Rússia parece ter sido iniciada utilizando um dossiê falso – escrito por um espião britânico – financiado por empresa dos EUA com dinheiro do partido Democrata e da Campanha de Hillary Clinton.

O agente aposentado do MI6 britânico, Cristopher Steele é o autor do dossiê que fez muito barulho no ano passado na grande mídia. Após anos de carreira na capital Moscou, o espião conseguiu construir uma sólida rede de contatos na Rússia, que lhe ajudou na compilação de uma boa quantidade de rumores e histórias fictícias no famoso dossiê publicado pelo Buzzfeed.

O documento foi financiado pela empresa Fusion GPS de Glenn Simpson. De acordo com o artigo “Entendendo o maior escândalo da história americana“:

Glenn Simpson é jornalista do Wall Street Journal e co-fundador da Fusion GPS, empresa de inteligência política baseada em Washington DC. Basicamente, se você quer descobrir ou fabricar algum podre sobre um político (principalmente se for republicano), você contrata a Fusion GPS.

A campanha de Hillary Clinton controlou todo setor financeiro do Partido Democrata durante a eleição presidencial de 2016 e utilizou o dinheiro dos doadores esquerdistas para financiar a produção do dossiê.

Dias atrás, a grande mídia utilizou a divulgação ilegal de dados da investigação do Congresso pela senadora democrata Dianne Feinstein para voltar a usar o dossiê falso como arma contra Trump.

Hoje (11/01), o presidente Donald Trump respondeu através do twitter:

Desacreditado e financiado pelos Democratas “Dossiê utilizado para espionar a Campanha Trump. FBI usou esta ferramenta para influenciar a eleição?”

Democratas e Clinton também pagaram os Russos? Onde estão os escondidos e esmagados servidores do Comitê Nacional Democrata? Onde estão os e-mails da Corrupta Hillary? Que bagunça!

Trump levantou outra questão minutos depois, classificando o dossiê como a evidência utilizada pelo FBI para abrir a investigação da suposta influência da Rússia na sua vitória presidencial.

“Câmara vota controverso PEDIDO FISA hoje”. Este é o pedido que pode ter sido utilizado, com a ajuda do desacreditado dossiê de araque, pelas administrações anteriores e outros, para espionar duramente e maltratar a campanha Trump?

De acordo com Lucas Krzyzanovski:

FISA é um tribunal específico dos EUA que investiga interferências de agentes estrangeiros em solo americano, tendo o poder de aceitar ou recusar o pedido do governo para espionar um cidadão estrangeiro OU cidadão americano com tais laços suspeitos. O momento aqui é muito importante, pois o tribunal FISA foi utilizado para grampear e monitorar o candidato Trump e membros de sua campanha

Há meses, os congressistas Republicanos estão indignados com a possibilidade da administração Obama, FBI e a campanha de Hillary estarem envolvidos nesse esquema de espionagem política. Mas, nos últimos dias, com a chegada de novos documentos, a investigação no Congresso tem avançado com rapidez.

Deixe seu comentário...

Veja também...

Newsletter Renova!

Preencha o formulário para assinar nossa newsletter.

Nome Email
newsletter