Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
- PUBLICIDADE -

Trump fecha cerco contra narcoditadura de Nicolás Maduro

Tarciso Morais

Tarciso Morais

Trump denuncia 'repressão brutal' de Maduro na Venezuela
Imagem: KEVIN LAMARQUE / REUTERS
COMPARTILHE

“Comando Sul dos EUA aumentará a vigilância, interrupção e apreensão de remessas de drogas”, diz Trump.

O presidente Donald Trump anunciou, nesta quarta-feira (1º), que navios da Marinha dos Estados Unidos estão a caminho de região nas proximidades da costa da Venezuela.

A medida, que é um amplo reforço das operações americanas de combate ao narcotráfico no Mar do Caribe, acontece após o Departamento de Justiça dos EUA classificar Nicolás Maduro, ditador da Venezuela, como um narcoterrorista.

O anúncio da “operação antinarcóticos” foi feito ontem no início da coletiva de imprensa diária da Casa Branca para discutir a pandemia do novo coronavírus.

Em seu pronunciamento, Trump declarou:

“À medida que governos e nações se concentram no coronavírus, existe uma ameaça crescente de que cartéis, criminosos, terroristas e outros atores malignos tentarão explorar a situação para seu próprio ganho. Não devemos deixar isso acontecer.”

E acrescentou:

“Em cooperação com as 22 nações parceiras, o Comando Sul dos EUA aumentará a vigilância, interrupção e apreensão de remessas de drogas e fornecerá apoio adicional aos esforços de erradicação, que agora estão ocorrendo em ritmo recorde.”

A nova missão norte-americana está sendo planejada há meses, mas ganhou uma maior urgência após a denúncia feita contra Maduro e membros de seu círculo interno.

O Departamento de Estado dos EUA está oferecendo uma recompensa de US$ 15 milhões por informações que levem à captura do líder do regime socialista.

- PUBLICIDADE -
Error: Embedded data could not be displayed.
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
VEJA TAMBÉM
Error: Embedded data could not be displayed.