Trump sugere que âncora da MSNBC, Joe Scarborough, seja investigado por morte de funcionária

Trump parece ter se referido a morte de Lori Klausutis, 28 anos, que foi encontrada sem vida no escritório de Scarborough, na Flórida, em julho de 2001.

Em 2001, Joe Scarborough estava longe da TV, ocupando uma cadeira no Congresso dos Estados Unidos.

No dia 20 de julho do ano em questão, Lori trabalhava em seu escritório distrital quando foi encontrada morta por duas pessoas em busca de informações.

O médico legista disse que ela apresentou um ritmo cardíaco anormal e perdeu a consciência. Ao desmaiar, Lori caiu e bateu a cabeça em uma mesa, o que selou a sua morte.

Scarborough negou veementemente qualquer envolvimento na morte de Lori e disse que havia se encontrado poucas vezes com a funcionária.

Após a sugestão de investigação proposta por Trump, o âncora da MSNBC respondeu no twitter que o Presidente “não estava bem”.

 

Com informações de: (1)
Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia