Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Donald Trump irritado com novo vazamento para imprensa

Tarciso Morais

Tarciso Morais

COMPARTILHE

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, ficou irritado e seu chefe de gabinete frustrado nessa quarta-feira (21) por um vazamento de informações dizendo que Trump havia sido alertado por assessores para não parabenizar o presidente da Rússia, Vladimir Putin, pela vitória na eleição.

O jornal globalista Washington Post publicou matéria alarmista alegando que Donald Trump não seguiu o alertas específicos dos seus assessores para não parabenizar Putin durante telefonema entre os dois líderes.

Um confidente do presidente que pediu para não ser identificado disse que Trump estava irritado com o vazamento e uma autoridade da Casa Branca disse que o chefe de gabinete da Casa Branca, John Kelly, estava “frustrado e profundamente desapontado”.

Autoridades do governo não contestaram a exatidão da reportagem do Post sobre o alerta, mas disseram que é incerto se o presidente havia realmente visto o memorando e que seu briefing verbal não incluiu o aviso.

“Se esta história estiver correta, isto significa que alguém vazou os documentos de briefing do presidente. Vazar tal informação é uma ofensa para demissão e possivelmente ilegal”, disse uma autoridade sênior da Casa Branca, que pediu anonimato.

De acordo o jornal Washington Examiner, o chefe da segurança nacional (NSA), H.R. McMaster, é apontado como o principal responsável pelo vazamento da informação.

A equipe de segurança nacional da Casa Branca, que já enfrenta pedidos para demissão de H. Mc Mcaster, foi acusada por um importante deputado de vazar informações confidenciais ordenando que o presidente Trump não parabenizasse o presidente russo Vladimir Putin por sua vitória nas eleições.

O deputado Mark Meadows, líder conservador e especialista em política externa, expressou indignação com o vazamento e sugeriu que ele e outros congressistas acreditam que os vazamentos do conselho de segurança nacional são crimes.

O vazamento de informações confidenciais da Casa Branca para veículos da grande mídia vêm sendo utilizados sistematicamente pelos inimigos da agenda conservadora de Trump que ainda estão infiltrados no ‘pântano de Washington’.

 

Com informações de: [Reuters]

RENOVA Mídia precisa do seu apoio para continuar em funcionamento. Conheça nossa história e faça sua doação (boletou ou cartão) através da plataforma ApoiaSe. Clique AQUI e faça sua parte.

- PUBLICIDADE -
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram