Administração Trump modernizará prisão de Guantánamo

Idiomas:

Português   English   Español
Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

Ficaram para trás os tempos da gestão Obama em que a prisão de Guantánamo parecia viver os seus últimos dias. A mudança de governo nos Estados Unidos deu uma sobrevida à polêmica penitenciária que agora, em vez encarar a demolição, recebe recursos para a modernização das instalações.


Na recente solicitação orçamentária, que ainda deve ser aprovada pelo Congresso americano, o Pentágono destinou US$ 68,96 milhões para a construção de um novo presídio de alta segurança nesta base, situada em Cuba.

A função desta nova infraestrutura será substituir a prisão de segurança máxima que as autoridades mantêm no campo 7 da base, da qual se sabe muito pouco, apenas que entre os seus reclusos estão alguns dos supostos líderes dos atentados de 11 de setembro de 2001.

A comandante Sarah Higgins, porta-voz do Departamento de Defesa:

Existe uma proposta para construir um centro de detenção de alto valor, já que o atual está em estado de deterioração. Foi destinada uma verba no orçamento de 2019 do Exército para o seu planejamento e projeto.

Essa decisão parece enterrar definitivamente um dos grandes desejos do ex-presidente Barack Obama: fechar as instalações que desde que foram inauguradas são criticadas.

“Manter estas instalações abertas vai contra os nossos valores e prejudica nossa posição perante o mundo. É vista como uma mancha em nosso amplo expediente do mais alto respeito às leis”, insistiu Obama no início de seu último ano de mandato, em fevereiro de 2016.

 

Com informações de: [EXAME]

Curta e compartilhe...

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on reddit
Share on vk

Deixe seu comentário...

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Veja também...