Português   English   Español

Trump passa de ‘vilão’ a ‘líder supremo’ na mídia da Coreia do Norte

Twitter
WhatsApp
Facebook
Google+
LinkedIn
Pinterest

Antes da reunião em Singapura, o máximo que o governo ou a mídia estatal norte-coreana diziam era apenas “Trump”, sem menção ao cargo ou algum sinal de respeito pelo presidente americano.

Agora, após a cúpula histórica, ele é chamado de “presidente dos Estados Unidos da América”, “presidente Donald J. Trump” ou até mesmo “líder supremo”, nomenclatura utilizada por Kim Jong Un.

De acordo com informações do Estadão:

A reunião dessa semana mudou completamente a versão oficial da Coreia do Norte, que passou a retratar Trump como uma figura séria, quase monárquica, demonstrando como a narrativa oficial é cuidadosamente construída pelo governo para manter o povo ideologicamente a bordo das grandes mudanças em andamento entre Pyongyang e Washington. Os norte-coreanos foram ensinados, desde a infância, a odiar e desconfiar dos chamados “imperialistas americanos”.

O tempo entre a realização da cúpula e a transmissão dos primeiros vídeos e fotos do evento na Coreia do Norte, na quinta-feira, parece ter sido cuidadosamente escolhido pela televisão estatal. Só dois dias depois é que a população teve acesso às imagens do encontro em Cingapura. Para os norte-coreanos, a estrela foi Kim. A primeira aparição de Trump e o aperto de mãos histórico foram exibidos quase 20 minutos depois do programa, que durou 42 minutos, ter iniciado.

Twitter
WhatsApp
Facebook
Google+
LinkedIn
Pinterest

Deixe seu comentário

Veja também...