Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Trump quer ‘fugir de suas obrigações’ na OMS, diz China

Tarciso Morais

Tarciso Morais

COMPARTILHE

Trump acusa a China, onde o vírus surgiu no final de dezembro, de ter omitido o alcance da pandemia. 

O regime comunista acusou o presidente Donald Trump, dos Estados Unidos, nesta terça-feira (19), de usar a China para “fugir de suas obrigações” para com a Organização Mundial da Saúde (OMS).

A declaração chinesa acontece após o chefe da Casa Branca ameaçar congelar o financiamento para a OMS por tempo indeterminado devido ao tratamento dado à pandemia de coronavírus.

Trump disse ainda que vai retirar os EUA da entidade internacional, caso a OMS não demonstre sua independência em relação a Pequim.

O porta-voz do Ministério chinês das Relações Exteriores, Zhao Lijian, acusou Washington de querer “difamar a China” e “fugir de suas obrigações internacionais” para com a organização.

Segundo a agência France-Presse, Zhao declarou:

“A carta aberta do líder americano […] está cheia de insinuações, de ‘provavelmente’ e ‘talvez’, e tenta usar métodos enganosos para enganar o público, e alcançar os objetivos de desacreditar os esforços antivírus da China e fugir à responsabilidade pela resposta insuficiente dos EUA.”

E acrescentou:

“Os Estados Unidos tentam usar a China como tema para fugir da responsabilidade e negociar suas obrigações internacionais com a OMS. É um erro de cálculo, e os Estados Unidos escolheram o alvo errado.”

- PUBLICIDADE -
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram