Português   English   Español
Português   English   Español

Trump quer investigação completa sobre morte de Jeffrey Epstein

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia
Trump quer investigação completa sobre morte de Jeffrey Epstein

Trump voltou a compartilhar uma teoria que conecta o ex-presidente Bill Clinton com o aparente suicídio de Epstein.

O presidente norte-americano, Donald Trump, pediu, nesta terça-feira (13), uma investigação completa sobre a morte do bilionário Jeffrey Epstein dentro de uma penitenciária federal em Nova York.

“Quero uma investigação completa”, disse Trump a jornalistas no aeroporto de Morristown, em Nova Jersey, segundo a agência EFE.

Em mensagem publicada na rede social Twitter, no último domingo (11), Trump já tinha relacionado a morte de Epstein com o ex-presidente Bill Clinton, que tinha uma relação de intimidade com o pedófilo.

Questionado sobre o assunto, Trump disse que a pessoa que compartilhou a teoria, o conservador Terrence Williams, é uma pessoa “muito respeitada”, com mais de 500 mil seguidores.

Além disso, Trump levantou o questionamento se Clinton realmente esteve na ilha privada de Epstein, no Mar do Caribe, onde o bilionário organizava encontros entre personalidades e mulheres, muitas delas menores de idade.

“Bill Clinton foi à ilha? Essa é a pergunta. Se vocês responderem isso, vão saber muitas coisas”, sugeriu Trump aos jornalistas.

Compartilhe...

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

Veja também_

TELEGRAM

Acompanhe todas as notícias através do nosso canal no Telegram.

Newsletter

Inscreva seu email na RENOVA para receber atualizações diárias com as últimas notícias do Brasil e do mundo.

Nome:

Email:

Fique tranquilo(a), assim como você também odiamos spam, você poderá sair quando quiser :)

Comentários_

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Nunca mais seja massa de manobra. Assine!