Português   English   Español

Trump cumpe promessa reduzindo número de crimes violentos no país

Jeff Sessions, o procurador-geral dos Estados Unidos, disse que o crime violento está baixo, enquanto os indiciamentos e a moral das forças de segurança aumentaram sob a gestão Trump.

A taxa de crimes violentos aumentou dramaticamente entre 2015 e 2016, com 20% mais homicídios, de acordo com as estatísticas do Departamento Federal de Investigação (FBI). No mesmo período, estupros aumentaram quase 11%; os roubos subiram 3%; e assaltos agravados saltaram quase 10%.

O procurador-geral Sessions lembrou que o presidente Donald Trump mencionou em seu discurso de inauguração: “Esta carnificina americana para aqui e para agora.

Em artigo de opinião no site USA Today, Jeff Sessions afirmou que Trump cumpriu esta promessa.

De acordo com o Epoch Times:

Sessions disse que a maré virou e ele atribui isso à abordagem simples e direta de Trump em relação ao crime e seu apoio aos policiais e à aplicação da lei.

“Nos primeiros seis meses do ano passado, o aumento da taxa de homicídio diminuiu e os crimes violentos diminuíram”, disse Sessions, acrescentando que os dados para o resto de 2017 mostram mais progressos.

Sessions disse que o Departamento de Justiça (DOJ) processou mais casos contra criminosos violentos em 2017 do que em qualquer ano em décadas.

O procurador-geral também destacou que o número de policiais mortos no serviço declinou pela primeira vez desde 2013 e atingiu seu segundo nível mais baixo em mais de meio século:

“Qualquer perda de vida é demais, mas essa mudança é encorajadora”, disse ele. “A moral está em alta entre nossa comunidade de aplicação da lei.

Trump frequentemente visita os militares e policiais quando viaja fora da capital de Washington, demonstrando seu apoio aos indivíduos e profissionais nessas forças.

“Claro, nosso trabalho não está terminado. O crime ainda é muito alto, especialmente nos bairros mais vulneráveis​​”, disse Sessions. “As taxas de criminalidade não são como as marés, nós podemos ajudar a mudá-las. E sob a forte liderança de Trump, nós faremos isso.”

Deixe seu comentário...

Veja também...

Newsletter Renova!

Preencha o formulário para assinar nossa newsletter.

Nome Email
newsletter