- PUBLICIDADE -

Trump reduz presença militar dos EUA no Afeganistão e Iraque

EUA prepara envio de 5 mil militares para fronteira com o México

“Traremos nossos homens e mulheres para casa”, diz secretário interino da Defesa.

- PUBLICIDADE -

O presidente Donald Trump mantém sua estratégia de reduzir a quantidade de militares dos Estados Unidos em conflitos intermináveis no Oriente Médio

Em sua primeira campanha eleitoral, Trump se comprometeu a pôr um fim aos conflitos do país no exterior. 

Nesta terça-feira (17), o secretário interino da Defesa, Chris Miller, disse que 2 mil soldados vão deixar o Afeganistão em 15 de janeiro. 

Outros 500 militares retornarão do Iraque na mesma data. 

Um contingente de 2,5 mil militares norte-americanos permanecerá em cada país.  

O secretário Miller acrescentou que a retirada reflete o desejo de Trump “de pôr um fim de forma exitosa e responsável às guerras no Afeganistão e no Iraque e trazer nossos corajosos soldados para casa”. 

 “Com a bênção da providência, no ano que vem terminaremos esta guerra geracional e traremos nossos homens e mulheres para casa”, completou Miller. 

PUBLICIDADE

- PUBLICIDADE -

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -