Trump reforça pressão contra ditadura comunista de Cuba

Idiomas:

Português   English   Español
Trump reforça pressão contra ditadura comunista de Cuba
TARCISO MORAIS
TARCISO MORAIS
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

Mauricio Claver-Carone, um advogado conhecido nos Estados Unidos por defender o embargo a Cuba e criticar a política de abertura ao regime comunista, é o novo encarregado da Casa Branca para a América Latina e o Caribe.

Com origem cubana, nascido em Miami e criado na Espanha e em Orlando, Claver-Carone começou a trabalhar nesta semana como diretor de Assuntos do Hemisfério Ocidental no Conselho de Segurança Nacional da Casa Branca (NSC, em inglês), de acordo com um funcionário do escritório.

Claver-Carone assessorará o presidente Donald Trump em assuntos relacionados ao continente americano. Ele substitui no cargo Juan Cruz, um ex-agente da Agência Central de Inteligência (CIA) que ocupava o posto há mais de um ano.

O advogado, que até então trabalhava como diretor-executivo do Estados Unidos no Fundo Monetário Internacional (FMI), ganhou força na disputa pelo cargo graças ao seu blog “Capitol Hill Cubans”, no qual criticava ferozmente a política do ex-presidente Barack Obama em relação a Cuba.

Claver-Carone trabalhará para John Bolton, que desde abril é assessor de segurança nacional de Trump e que adotou tradicionalmente uma linha dura para Cuba, à qual acusou de possuir armas biológicas em 2002.

Dias trás, o novo ditador cubano Miguel Díaz-Canel demonstrou interesse em conversar em “igualdade de condições” com a Casa Branca, mas sem renunciar à sua ideologia comunista.

Adaptado da fonte EFE

Newsletter RENOVA

Receba diariamente as principais notícias do Brasil e do Mundo.

Curta e compartilhe esta notícia

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on google
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on email

Deixe seu comentário

Veja outras notícias em destaque