Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Trump rejeita acusações de racismo da extrema esquerda

Tarciso Morais

Tarciso Morais

Trump rejeita acusações de racismo da extrema esquerda
COMPARTILHE

“Eu não tenho um só osso racista no meu corpo”, afirmou Trump sobre as acusações de deputadas da esquerda radical.

O presidente norte-americano, Donald Trump, negou veementemente, nesta terça-feira (16), as acusações de racismo proferidas por opositores políticos.

Numa série de publicações na rede social Twitter, no último domingo (14), Trump afirmou que as “progressistas” do Partido Democrata deveriam “ voltar a seus países de origem”, sem citar o nome de nenhuma política.

Enquanto legisladores se preparavam para votar uma resolução promovida pelo Partido Democrata, que tem maioria na Câmara dos Representantes dos Estados Unidos, condenando seus comentários, Trump escreveu:

“Esses tuítes NÃO eram racistas. Eu não tenho um só osso racista no meu corpo! A tal votação que será feita é um jogo democrata. Os republicanos não devem mostrar ‘fraqueza’ e cair em sua armadilha. Esta deveria ser uma votação sobre a linguagem imunda, declarações e mentiras contadas pelas congressistas democratas.”

Mais cedo, ainda no Twitter, Trump havia denunciado o comportamento das parlamentares alinhadas à extrema esquerda que o acusam de racismo:

“As congressistas democratas têm cuspido algumas das coisas mais vis, odiosas e repugnantes já ditas por políticos na Câmara ou no Senado, e ainda assim elas recebem um passe livre e um grande abraço do Partido Democrata.”

O chefe da Casa Branca acrescentou:

“Por que a Câmara não está votando para repreender as coisas imundas e odiosas que elas disseram? Porque elas são da esquerda radical, e os democratas têm medo de enfrentá-las. Triste!”

- PUBLICIDADE -
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram