PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

TSE busca contato com o Telegram antes das eleições em 2022

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

“O Telegram é um grande desafio, nós temos buscado canais”, diz secretária-geral do TSE.

PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

A informação foi confirmada por Aline Osorio, secretária-geral do TSE e coordenadora do Programa de Enfrentamento à Desinformação, em entrevista publicada, neste domingo (13), pelo jornal Folha.

Nós te apresentamos os principais detalhes:

  • Estamos usando caminhos diplomáticos para chegar em representantes do Telegram”, disse Osorio.
  • A empresa responsável pelo Telegram não tem um representante legal no Brasil.
  • O Telegram é um grande desafio, nós temos buscado canais, ainda não conseguimos chegar no Telegram. Atualmente a moderação de conteúdo que é feita, ou que praticamente não é feita pelo Telegram, é mais com base em preocupações de terrorismo”, acrescentou.
  • A secretária-geral do TSE considera que uma das prioridades para 2022 é que as plataformas tenham regras claras de moderação de conteúdo para o contexto eleitoral. 
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.