- PUBLICIDADE -

TSE não compra tentativa da oposição de criar um ‘terceiro turno’

TSE não compra tentativa da oposição de criar um 'terceiro turno'
- PUBLICIDADE -

Até o momento, a tentativa de criar um “terceiro turno” das eleições fracassou no TSE. Das cinco ações arquivadas, duas miravam a chapa de Bolsonaro e Mourão.

Desde o fim da campanha de 2018, a Corte Eleitoral já arquivou cinco ações que apuravam suspeitas de irregularidades nas campanhas do agora presidente da República, Jair Bolsonaro, e de seu adversário no segundo turno, Fernando Haddad.

No segundo semestre deste ano, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) deverá julgar pelo menos mais três ações envolvendo a disputa presidencial de 2018 – duas contra Bolsonaro e uma contra Haddad.

Integrantes do TSE ouvidos reservadamente pelo jornal Estadão afirmaram que as apurações não levantaram provas suficientes nem para a cassação do presidente da República e de seu vice, Hamilton Mourão, nem para declaração de inelegibilidade de Haddad.

As investigações consideradas mais delicadas contra Bolsonaro e Mourão, envolvendo o suposto disparo de mensagens em massa no WhatsApp, encontram-se em estágio incipiente e podem não ser analisadas pelo plenário neste ano.

PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -