Português   English   Español

TSE nega 11 pedidos de Bolsonaro contra propagandas adversárias

Twitter
WhatsApp
Facebook
Google+
LinkedIn
Pinterest

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) negou em sessão plenária na noite desta terça-feira (18) onze recursos do presidenciável Jair Bolsonaro (PSL) contra propagandas eleitorais de seus adversários.

Todos os casos foram relatados por Sérgio Banhos, ministro substituto do TSE.

Um dos pedidos feitos ao tribunal trata de peça televisionada pela coligação “O Brasil feliz de Novo” (PT, PC do B e PROS) no dia 6 de setembro, onde Fernando Haddad (PT) ainda era o candidato a vice-presidente na chapa do presidiário Lula.

Confira o vídeo:

Jair Bolsonaro e sua coligação afirmam que todo o tempo de inserção se dedica à apologia à pessoa do ex-presidente Lula e sua candidatura. Segundo o recurso, a propaganda confunde o eleitor.

Os sete ministros negaram o pedido por unanimidade e seguiram o entendimento do relator.

Em sua decisão, Banhos diz que “a propaganda impugnada é apresentada em linguagem completamente compatível com o jogo eleitoral”.

 

Adaptado da fonte Poder 360

Twitter
WhatsApp
Facebook
Google+
LinkedIn
Pinterest

Deixe seu comentário

Veja também...

Anunciante
e-consulters
Parceiro

Assine nossa Newsletter!

Preencha o formulário para assinar.

Nome Email
newsletter

Últimas publicações