- PUBLICIDADE -

TSE nega pedido de Lula por cobertura diária na TV

- PUBLICIDADE -

A defesa do petista pediu mesmo tratamento dado a outros candidatos nos telejornais. Ministro afirmou que Lula está preso e, por isso, não tem agenda a ser divulgada.

O plenário do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) rejeitou na noite desta terça-feira (28) o pedido apresentado pela defesa de Lula para que emissoras de TV como Globo, Band, Record e SBT fizessem a cobertura da campanha presidencial do petista em seus telejornais.

O placar foi de 6 votos contra 1.

No recurso apresentado, a defesa pediu “isonomia” a Lula, de forma a garantir cobertura diária ao petista, “exatamente como o fazem em relação aos demais candidatos ao mesmo cargo”.

Relator do processo, o ministro Sergio Banhos já havia negado o pedido, mas a defesa entrou com recurso. Nesta terça, Banhos afirmou que, como Lula está preso, não é possível falar em campanha.

“Não há agenda a ser divulgada”, afirmou.

Seguiram o relator e votaram contra o pedido de Lula os ministros Luís Roberto Barroso, Luiz Edson Fachin, Jorge Mussi, Tarcísio Vieira de Carvalho e a presidente do TSE, ministra Rosa Weber.

 

Adaptado da fonte HuffPost

PUBLICIDADE

- PUBLICIDADE -

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -