Tucano Beto Richa nas mãos do juiz Sergio Moro

O ministro Og Fernandes, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), acolheu recurso do Ministério Público Federal (MPF) e determinou o envio de cópia do inquérito contra Beto Richa para a 13ª Vara Federal.

O inquérito apura se três campanhas eleitorais do ex-governador do Paraná, Beto Richa (PSDB), foram abastecidas ilegalmente com dinheiro da Odebrecht, e que tramita há menos de um ano no Superior Tribunal de Justiça (STJ), em Brasília, será enviado para a Justiça Eleitoral do Paraná e também para a 13ª Vara Criminal de Curitiba, comandada pelo juiz federal Sergio Moro.

Segundo informações de O Antagonista:

Delatado pela Odebrecht, o tucano aparece nas planilhas do setor de propinas, sob os codinomes “piloto” e “brigão”, como beneficiário de repasses superiores a R$ 3 milhões.

O dinheiro seria uma contrapartida a obras de duplicação da rodovia PR-323.

 

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *