- PUBLICIDADE -

Turista da França pode ser condenado à morte no Irã

Turista da França pode ser condenado à morte no Irã
Foto: Reprodução/Twitter
- PUBLICIDADE -

A espionagem é punível com a morte no Irã. Francês será julgado.

O francês Benjamin Brière, que entrou no Irã como turista, será julgado por “espionagem” e “propaganda contra a República Islâmica“.

Nascido em 1985, Brière foi preso no Irã em maio de 2020. 

Nenhum detalhe foi concedido pelo regime islâmico em Teerã sobre a data do julgamento e as acusações. 

Mas, de acordo com a imprensa iraniana, o francês é acusado em particular de ter tirado fotos e vídeos de zonas militares.

O homem, de 35 anos, também é acusado de ter questionado,em postagens nas redes sociais, o uso obrigatório do véu islâmico.

Dias atrás, a imprensa francesa publicou uma carta aberta da irmã de Brière. 

No texto, ela exorta o presidente francês, Emmanuel Macron, a obter a libertação de Brière, preso, segundo ela, “sem fundamento” e transformado em “instrumento de negociação“.

PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -