Turquia e Irã coordenam ataque contra curdos do PKK no Iraque

O ministro das Relações Exteriores da Turquia, Mevlut Cavusoglu, afirmou que a Turquia está coordenando com o Irã uma possível operação militar contra militantes do Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK) em território iraquiano.

A região do Iraque que seria alvo do ataque está localizada no norte de Qandil, perto da fronteira com o Irã, disse Mevlut Cavusoglu, chanceler da Turquia.

‘Estamos em contato com o Irã. O PKK também é uma ameaça para eles. Qandil está muito perto da fronteira com o Irã. Vamos melhorar a cooperação com o Irã’, disse Cavusoglu à emissora Haberturk.

As forças turcas estão estacionadas a 30 quilômetros do norte do Iraque e podem avançar ainda mais para atacar militantes curdos do PKK em seu reduto nas montanhas de Qandil, disse o primeiro-ministro da Turquia, Binali Yildirim, no domingo (10).

A perspectiva de uma nova grande operação militar ocorre menos de três meses depois que as forças turcas expulsaram combatentes curdos da província síria de Afrin.

A Turquia diz que as bases do Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK) no norte do Iraque são as próximas da sua lista de alvos, apesar dos protestos do governo do Iraque.

 

Traduzido e adaptado de Haaretz
Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia