Turquia e Singapura censuram filmes na Netflix

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Netflix tira obras do ar após censura dos governos da Turquia e de Singapura.

A Netflix removeu de sua plataforma conteúdos que foram alvos de censura dos governos da Turquia e de Singapura por diferentes motivos.

A informação está presente num relatório divulgado pela própria empresa nesta semana.

Na Turquia, deixaram de estar disponíveis o controverso filme francês “Lindinhas“, que gerou debates fervorosos por hipersexualizar menores de idade.

Um episódio da segunda temporada da série “Designated Survivor” também foi censurado.

Também no ano passado, a Netflix precisou cancelar uma série original turca depois que o governo de Recep Tayyip Erdogan ordenou que um personagem gay fosse retirado do roteiro.

Netflix é alvo de boicote por filme acusado de sexualizar meninas
Filme “Lindinhas”, da Netflix.

Já a censura aplicada pelo governo de Singapura diz respeito à política de tolerância zero do país para o consumo de drogas. 

Dois títulos que falavam sobre substâncias ilícitas, “Receita da Boa” e “Maior Viagem: Uma Aventura Psicodélica“, foram excluídos da Netflix.

Ao todo, de 13 obras da Netflix que precisaram ser removidas da plataforma em diferentes territórios desde o lançamento do serviço, sete foram em Singapura, quase sempre por causa de cenas sobre consumo de drogas.

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.