- PUBLICIDADE -

Turquia efetua prisões após sumiço de CEO de corretora de criptomoedas

Turquia efetua prisões após sumiço de CEO de corretora de criptomoedas
- PUBLICIDADE -

A corretora parou de pagar os clientes e cerca de 390 mil pessoas foram prejudicadas.

A polícia da Turquia prendeu 62 pessoas como parte de uma investigação envolvendo a corretora de criptomoedas Thodex.

Milhares de queixas criminais foram apresentadas por cidadãos que alegaram terem sido roubados pela plataforma.

Como noticiou a Renova, o fundador da empresa, Faruk Fatih Ozer, deixou o país depois que começou a ser investigado pelo regime de Recep Tayyip Erdogan.

A agência de notícias turca Anadolu informou, na última sexta-feira (23), que o Ministério Público emitiu mandados de prisão para dezenas de suspeitos por causa de suas ligações com a corretora.

De acordo com informações locais, o Conselho de Investigação de Crimes Financeiros (MASAK) do país bloqueou todas as contas bancárias da Thodex e do fundador da plataforma.

PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -